O submundo do CRACK: os habitantes da CRACOLÂNDIA precisam de nós!


Neste domingo (11)  no programa domingo espetacular, da Rede Record, no quadro "grande reportagem" apresentado pelo jornalista Marcelo Rezende, cujo parabenizo por esta maravilhosa reportagem e abordagem dos fatos, mostrou a realidade de centenas de pessoas que vivem em uma situação nada agradável. O submundo do crack, é dominado por uma das drogas mais perigosas e está notório na cidade de São Paulo. Homens, mulheres e até crianças buscam saciar seu desejo louco e incessante de fumar a pedra branca. Fazem de tudo, mas tudo mesmo para podê-la possuir. 
Pessoas sem vida e sem esperança. E em sua maioria, trocaram suas famílias por um caminho de difícil volta. Trocaram um lar harmonioso, onde tinham de tudo: paz, amor, conforto e fraternidade. Por um lugar cheio de sujeira, perigos e enganosos caminhos. A realidade é esta: a podridão está por toda a parte. O tráfico de drogas é iminente. Os pobres dependentes chegam ao ponto de gastarem todo o seu dinheiro na droga. E o único jeito de se alimentarem  é comer do "lixo"

Fico pensando: "que realidade é esta que vivemos?"
Será que essas pessoas foram esquecidas pela sociedade? Ou será que temos medo de ajudá-las. Sabendo também que muitos não querem ser ajudados. Mas todos precisam de um milagre em sua vida. A salvação!
O número de viciados é enorme. A cada momento vidas são tragadas pelo crack. Automaticamente, para se obter a droga, passam a assaltar pessoas e lojas. A cracolândia é um lugar de podridão, tristeza, ilusão e marcada pela a falta de esperança. Esperança de um novo recomeço.


Estas centenas de viciados precisam da nossa ajuda. O que temos feito por eles ou por outros que estão mais próximos de nós? No seu bairro, na sua cidade e no seu estado. Não é apenas pregar o evangelho. Claro, tenho a plena certeza que o evangelho tem poder para libertá-los de qualquer opressão. O poder do crack não é maior do que o poder do nosso Deus.
É preciso concede-los uma outra chance. Chance de viver. Chance de encontrar um novo caminho. Logo, Jesus é o próprio caminho, verdade e vida (Jo 14.6). Não podemos nos esquecer dos habitantes da Cracolândia. Pois o Deus que é infinito em amor nos manda amar uns aos outros como a nós mesmos. 

Quando assisti a reportagem fiquei perplexo. A realidade assusta! 
Façamos nosso papel. E qual nosso papel? 

Primeiro: Orar para que Deus tenha de misericórdia para com eles.
Segundo: Para os que estão perto e as autoridades competentes assistam socialmente os dependentes (clínicas de recuperação).
Terceiro: Pregar o evangelho para que possa haver transformação e libertação de vidas.


Igreja, despertemo-nos do sono. A cruel realidade está aí. Basta ver! O coração de Deus bate por missões. Oremos.

Assista a reportagem atentamente abaixo:

This entry was posted on segunda-feira, 11 de abril de 2011 and is filed under ,,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

3 Responses to “O submundo do CRACK: os habitantes da CRACOLÂNDIA precisam de nós!”

  1. Rapaz, essas imagens são chocantes. Como um ser humano coloca outro ser humano nessa situação, como se fosse um animal? É aquilo que Jesus disse: "o inimigo não vem senão para roubar, matar e destruir". Deus nos ajude.

    ResponderExcluir
  2. Olá blogueiro,
    O consumo de crack aumentou e é preciso a união de todos no combate contra a droga. O crack traz malefícios ao usuário, família e sociedade e atinge a todos independentemente do sexo, cor e classe social.
    Divulgue mais informações sobre o crack: http://bit.ly/bDGqGz
    Conheça os CAPS que estão espalhados em vários lugares do país para prestar auxílio aos dependentes: http://migre.me/2qkFl
    Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/minsaude
    Mais informações: comunicacao@saude.gov.br
    Obrigado,
    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir
  3. O fim do mundo vai ser isso ae.. pessoas perambulando perdidas, atormentadas, doentes, vivendo como animais, infelismente nao tem como remediar mais a situação, vai disso pra pior cada dia, juntando catastrofes naturais que dia-dia acontece com frequencia... estamos caminhando para o abismo!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar em meu blog. Espero que você tenha sido edificado pelo conteúdo aqui exposto. Volte sempre e que Deus te abençoe.